Eletrobras Distribuição Acre pagou parte dos valores em aberto na CCEE

Concessionária ainda deve R$ 2,1 milhões referente a inadimplência de cotas e atribui atrasos à demora no repasse de recursos da CCC

A Eletrobras Distribuição Acre afirmou que caucionou os valores junto à Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, que em 23 de fevereiro, deliberou pelo desligamento da concessionária de distribuição de seu quadro de agentes pelo descumprimento de obrigações. A distribuidora estaria inadimplente nas liquidações do mercado de curto prazo referentes a setembro e novembro de 2015, liquidações de penalidades e multas de outubro e dezembro do ano passado e liquidação das cotas de energia nuclear de janeiro de 2016.
De acordo com a concessionária da região Norte, “o fluxo de caixa da Eletrobras Distribuição Acre, nos últimos meses, teve que arcar com a compra de combustível para as usinas térmicas dos sistemas isolados, uma vez que houve atrasos nos repasses dos recursos da conta CCC. Isto prejudicou a Eletrobras Acre em honrar diversos compromissos financeiros, dentre os quais os da compra de energia”. A Eletrobras, controladora da distribuidora, é a responsável pelo repasse desses recursos.
Segundo os cálculos da concessionária, o valor total que deveria ser liquidado com a contabilização do mercado de curto prazo na CCEE, relativa aos meses de outubro e novembro do ano passado somava R$ 7,656 milhões. Desse montante, após a liquidação ocorrida em 10 de fevereiro foram caucionados R$ 7,542 milhões, restando ainda pouco mais de R$ 113 mil para completar essa operação. A perspectiva é de que esses valores deverão ser depositados antes da próxima operação de liquidação, que deverá ocorrer na semana que vem, referente ao mês de dezembro.
A empresa explicou ainda, em nota enviada à Agência CanalEnergia, que também foram aportados R$ 87.794,01 para a quitação das penalidades relativas a essa inadimplência. Contudo, a empresa admite que ainda há um valor de R$ 2,140 milhões em aberto relativo às contas de energia que, “deverá ser equacionado o mais breve possível, em função do fluxo de caixa da Eletrobras Distribuição Acre”.