Corumbá Concessões anuncia adesão à repactuação do risco hidrológico

Empresa é proprietária da UHE Corumbá IV, em Luziânia, Goiás

A Corumbá Concessões decidiu aderir à repactuação do risco hidrológico da usina hidrelétrica Corumbá IV no mercado regulado, assumindo um risco de 10% por eventuais déficits de geração.  O restante será transferido para o consumidor do mercado regulado. A informação foi dada pelo presidente da empresa, Marconi Melquíades de Araújo.

A Corumbá optou pelo produto SP 90, no qual o gerador fica com o risco de redução da garantia física e opta por um nível de proteção específico, mas abre mão da energia secundária. Isso reduz o prêmio a ser depositado na Conta das Bandeiras Tarifárias. Araújo não informou o valor do prêmio de risco, mas na tabela elaborada pela Agência Nacional de Energia Elétrica para os 25 diferentes produtos ofertados esse valor ficaria em R$ 1,25 por MWh. Além de cobrir a operação futura da usina, a realocação do risco vai permtir ao empreendedor renegociar também o prejuízo que ele teve em 2015 com a geração abaixo da garantia fisica do empreendimento.

Localizada em Luziânia, Goiás, a UHE Corumbá IV faz parte do sistema de reservatórios da bacia hidrográfica do rio Paraná. A usina tem potência instalada de 129,6 MW.