Capacidade eólica cresce 57% em doze meses

Até novembro de 2015, fonte totalizou 6.848 MW em parques eólicos , contra 4.364 MW em novembro de 2014

Em novembro de 2015, a capacidade instalada total de geração de energia elétrica do Brasil atingiu 139.498 MW. O destaque novamente é para geração eólica. No mês de novembro, a fonte registrou 6.848 MW de capacidade instalada, valor 57% superior ao mesmo período de 2014, de 4.364 MW. As informações são do Boletim Mensal de Monitoramento do Sistema Elétrico Brasileiro, elaborado pelo Ministério de Minas e Energia.
 
A expansão da potência hidráulica e térmica teve crescimento inferior ao registrado pela eólica. A fonte hidráulica correspondeu a 65,3% da capacidade instalada no Brasil em novembro de 2015. As térmicas corresponderam a 29,8% na matriz, representando 5% de expansão nos últimos 12 meses de 2015.
 
Em comparação com o mesmo mês em 2014, houve expansão de 2.360 MW de geração de fonte hidráulica, de 1.970 MW de fontes térmicas e 2.484 MW de geração eólica, totalizando acréscimo de 6.822 MW. Para os próximos anos está previsto o aumento da participação das fontes eólicas e solar na matriz de energia elétrica brasileira. Neste ano 2016 se inicia a entrada em operação dos empreendimentos de energia solar fotovoltaica provenientes dos últimos Leilões de Energia de Reserva (LER).
 
Entraram em operação comercial em novembro 646,55 MW de capacidade instalada de geração, 635,0 km de linhas de transmissão e 4.542,0 MVA de transformação na rede básica. No ano de 2015 até aquele mês, a expansão do sistema totalizou 5.070,84 MW de capacidade instalada de geração, 2.737,5 km de linhas de transmissão e 14.472,0 MVA de transformação na rede básica. Clique aqui para ler a íntegra do documento.