Light recebe recorde de projetos para chamada pública em eficiência energética

Entre setembro e outubro, empresa recebeu 35 projetos relacionados à chamada

De 17 de setembro a 30 de outubro de 2015, a Light recebeu 35 projetos relativos à sua segunda chamada pública de projetos. O valor disponibilizado pela distribuidora para esta chamada será de R$ 12 milhões. Desse montante, R$ 4,5 milhões serão destinados a projetos de Comércio & Serviços, que recebeu a maior parte das propostas este ano, e R$ 3 milhões para o Poder Público. Já as tipologias Residencial, Industrial e Serviços Públicos ficarão com R$ 1,5 milhão, cada uma.

Em 2014, a empresa recebeu seis projetos na primeira chamada pública em eficiência energética que realizou. Este ano, com a maior divulgação e a realização de um workshop por parte da Light, esse número chegou a 35. De acordo com Antônio Raad, engenheiro que coordena o Programa de Eficiência Energética da companhia, a atual situação do setor favorece o avanço no número de projetos recebidos. "Acredito que o cenário do setor elétrico em 2015 e as facilidades introduzidas pela Light para a participação do Poder Público na segunda CPP colaboraram para esse número tão significativo registrado”, destaca.
 
Por determinação da Aneel, todos os projetos de eficiência energética cujo beneficiário possua fins lucrativos deverão ser feitos mediante contrato de desempenho. Para os consumidores que desenvolvam atividades sem fins lucrativos, será firmado um termo de cooperação técnica, e os projetos serão com investimento a fundo perdido, ou seja, toda a medida a ser implantada será isenta de custo para a unidade beneficiada, arcando o PEE da Light com todo, ou parte, dos custos de implantação do projeto, no caso de contrapartida do cliente, ou de terceiros.

No dia 7 de dezembro, a Light vai divulgar os projetos selecionados nesta chamada pública. Os investimentos para a execução das propostas escolhidas serão disponibilizados a partir do segundo trimestre de 2016.