Eletrobras autorizada a captar R$ 1,25 bilhão para distribuidoras

Operação será por meio de debêntures e cotas de FIDC

A Agência Nacional de Energia Elétrica publicou na edição desta segunda-feira, 16 de novembro, do Diário Oficial da União a autorização para a Eletrobras constituir recebíveis em garantia de operação de emissão de debêntures e de cotas sêniores de um FIDC a serem firmados pelas distribuidoras no Amazonas, Roraima, Acre, Rondônia, Alagoas e Piaui, junto ao banco de investimentos Credit Suisse no valor de R$ 250 milhões a serem captados pro debêntures e R$ 1 bilhão com o FIDC.