Rede de transmissão da AES Sul recebe liberação ambiental

Ao todo serão dez quilômetros de LT. Custo do empreendimento chega a R$ 15 milhões

A Fundação Estadual de Proteção Ambiental do Rio Grande do Sul liberou a licença para que a AES Sul instale dez quilômetros de rede entre os municípios de São Sebastião do Caí e Bom Princípio. O secretário de Minas e Energia do estado, Lucas Redecker, que vinha acompanhando a demanda junto ao órgão ambiental, destacou que a medida viabiliza o andamento desse conjunto de obras que chega num momento importante, às vésperas de mais um verão, quando o consumo de energia aumenta de forma considerável.

De acordo com o gerente de obras e engenharia da AES Sul, Sérgio Renato Machado, a previsão é que o empreendimento esteja concluído até dezembro, especialmente no Vale do Caí. Essa linha de transmissão integra um conjunto de três obras que a empresa executa na região: a construção de uma subestação em Bom Princípio (que vai se conectar à linha de transmissão) e um módulo de 138 KV em São Sebastião do Caí. Os custos estão estimados em R$ 15 milhões.