Empresa isola local onde houve deslizamento na UHE Sinop

Acidente aconteceu no ultimo dia 8, mas não interferiu nas obras das estruturars principais da usina, segundo a concessionária

O deslizamento do talude ao lado da área de montagem no canteiro de obras da hidrelétrica Sinop provocou, no útimo dia 8 de outubro, o deslocamento de grande quantidade de terra acima da casa de força da usina. Responsável pelo empreendimento, a Companhia Energética Sinop informou em nota que nenhum trabalhador ficou ferido. O acidente, segundo a empresa, “não interferiu nas obras das estruturas principais, como tomada d’água, vertedouro e adufas de desvio”, nem resultou na interrupção das atividades de construção.

A CES explicou que a obra é monitorada diariamente, o que permitiu identificar movimentações na estrutura da rocha, em razão das escavações e das detonações realizadas. O local foi isolado e técnicos da projetista principal avaliam que medidas serão adotadas para a reconstrução do talude.

A concessão de Sinop foi leiloada pela Agência Nacional de Energia Elétrica em agosto de 2013. Com potencia instalada de 400 MW,  a usina em construção no rio Teles Pires, em Mato Grosso, tem investimento previsto de R$ 1,8 bilhão. O empreendimento tem como sócios Eletronorte, Chesf e EDF.