Aneel aprova reajuste da Cergal

Aumento resultará em impacto médio de 25,40% nas contas dos consumidores atendidos pela cooperativa catarinense

A Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou nesta quinta-feira, 24 de setembro, em reunião extraordinária, o reajuste tarifário da Cooperativa de Eletrificação Anita Garibaldi (Cergal), que resultou em um aumento médio de 25,40% das tarifas de 16 mil unidades consumidoras atendidas pela permissionária em Santa Catarina. O aumento para os consumidores de alta e baixa tensão será, respectivamente, de 23,14% e 25,51%.  As novas tarifas passam a vigorar a partir de 28 de setembro de 2015. Em 2014, as tarifas haviam sido reajustadas em 5% em média.

Os reajustes das parcelas A (compra de energia) e B (operacional) e a inclusão de componentes financeiros foram os itens que mais impactaram a tarifa. Ao calcular os índices de reajuste, a agência considera a variação de custos que a empresa teve no decorrer do período de referência. A fórmula de cálculo inclui custos típicos da atividade de distribuição e outros custos como energia comprada de geradoras, encargos de transmissão e encargos setoriais. A aplicação do reajuste anual e da revisão tarifária está prevista nos contratos de permissão assinados entre as cooperativas e o Governo federal, por meio da Aneel. Os índices homologados pela Agência são os limites a serem praticados pelas cooperativas.