Desligamentos atingem quatro estados, além do Distrito Federal

Problemas na interligação de AC e RO deixaram os estados sem fornecimento por duas vezes nos últimos três dias

Além do problema no Distrito Federal, o Sistema Interligado Nacional registrou falhas no fornecimento de energia em quatro estados entre a última sexta-feira, 18, e o domingo, 20. No total, foram desconectados 2,3 GW de carga em decorrência de falhas no sistema de transmissão. Os principais problemas ocorreram na interligação de Acre e Rondônia, que foram desconectados na sexta e no domingo.

Na sexta-feira, os estados da região Norte tiveram 650 MW de carga interrompidas às 15:44 horas por causa do desligamento automático das linhas, em 230 kV, Porto Velho/Abunã C2 e Ji Paraná/Pimenta C1 e C2 e do back-to-back 1 do Madeira. O Operador Nacional do Sistema Elétrico ainda não identificou as causas do problema. A normalização dos equipamentos foi iniciada às 16:27 horas, sendo concluída às 19 horas. Já o restabelecimento da carga foi concluído às 19:12.

O outro desligamento nos estados no domingo ocorreu uma sequência de problemas na transmissão do Madeira iniciada às 10:37 horas com o desligamento automático do polo 1, do transformador TF13 500/230 kV da coletora Porto Velho e a rejeição automática de toda a hidrelétrica de Jirau com 722 MW e de 417 MW de Santo Antônio. Às 11:06 horas, além das mesmas linhas de sexta-feira e do back-to-back do elo Madeira, houve desligamento automático do transformador TF13 500/230 kV da coletora Porto Velho e da UHE Santo Antônio com 305 MW. Não houve identificação das causas ainda. Com a sequência, Acre e Rondônia perderam 435 MW de carga. A normalização dos equipamentos foi concluída às 17:08 horas, mas as cargas foram restabelecidas às 13:33 horas.

No sábado, 19, um desligamento automático atingiu todo o setor de 230 kV da subestação Guamá às 9:38 horas. Houve interrupção de 349 MW de carga na região metropolitana de Belém (PA). As cargas foram restabelecidas às 10:50 horas. No Sul, às 11:20, o problema foi na subestação Caxias 6, no Rio Grande do Sul, que causou a perda de 80 MW de carga na RGE, no município de Caxias do Sul e adjacências. A carga foi restabelecida às 12:01 e os equipamentos normalizados às 14:38 horas.

Vale lembrar, que o Distrito Federal foi atingindo por desligamentos na sexta-feira, 18. Segundo relato disponibilizado no Informativo Preliminar Diário da Operação, às 14:58 horas ocorreu o desligamento automático de todo o setor de 138 kV da subestação Mangueiral. Havia queimada próxima a unidade. Foram interrompidos 46 MW de carga. A normalização ocorreu às 16:38 horas.

Mas por volta das 15:30 horas, ocorreu o maior desligamento em dois circuitos das linhas Brasília Sul e Samambaia. Furnas apontou ocorrência de queimadas próximas a subestação de Samambaia. Isso causou a perda de 390 MW de carga, sendo 318 MW na CEB e 72 MW na Celg. Durante o processo de recomposição, de acordo com o ONS, houve necessidade de corte manual e adicional de 350 MW, 250 MW no DF e 100 MW em Goiás, para controle de tensão. As cargas foram restabelecidas às 16:45.

Na manhã desta segunda-feira, 21, a CEB reportou problema na sala de equipamentos da subestação Contagem levando a falta de energia em parte da região de Sobradinho. A distribuidora informou que, enquanto realiza manutenção na subestação, fará remanejamento das unidades consumidoras para outras subestações. A empresa calculou que 27 mil unidades consumidoras foram afetadas, o que corresponde a 2,7% do total do Distrito Federal. A ocorrência foi registrada às 7:58 horas e o restabelecimento da energia continuava no meio da manhã.