Eletrosul realiza cerimônia de posse de nova diretoria

Diversos representantes do setor acompanharam a solenidade

Em cerimônia realizada na última terça-feira, 28 de julho, na sede da Eletrosul, em Florianópolis (SC), tomaram posse na Diretoria Executiva da empresa, Djalma Vando Berger, na Presidência, Claudio Antonio Vignatti, na Diretoria Financeira, e Antonio Waldir Vittori, na Diretoria de Operação. A nomeação dos novos titulares havia sido aprovada pelo Conselho de Administração da Eletrosul no último dia 16. Aproximadamente 600 pessoas, entre empregados, autoridades e representantes do setor elétrico nacional, acompanharam a solenidade.

O presidente da Eletrobras, José da Costa Carvalho Neto, lembrou do esforço da Eletrosul para recompor seu parque gerador, que já soma mais de 2 GW de capacidade instalada, e da expectativa de que a empresa chegue aos 3 GW de potência em um futuro muito próximo, com uma matriz de energia limpa, baseada, principalmente, nas fontes hídrica e eólica.

O secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia, Altino Ventura Filho, que representou o ministro Eduardo Braga na cerimônia, destacou a relevância do papel da Eletrobras e da Eletrosul na ampliação da oferta de energia para fazer frente ao crescimento do País. “Hoje, nós temos 140 mil megawatts de capacidade de geração e temos o desafio de dobrar o sistema elétrico nos próximos 15 anos”, afirmou, lembrando da participação da Eletrosul em importantes obras estruturantes como as UHEs Jirau (RO) e Teles Pires (MT), que irão compor essa expansão.

Além de Ventura Filho e Carvalho Neto, participaram da solenidade de posse o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Carlos Chiodini, que representou o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, o secretário municipal de Defesa do Consumidor, Tiago Silva, representando o prefeito de Florianópolis, Cezar Souza Júnior, o senador Dário Berger, o diretor-presidente da Energia Sustentável do Brasil – empresa responsável pela construção da Usina Hidrelétrica Jirau, na qual a Eletrosul tem participação, Victor Paranhos, e o diretor-presidente da Tractebel, Manoel Arlindo Zaroni Torres, entre outras autoridades, representantes do setor elétrico nacional e convidados.

Djalma Berger é formado em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Santa Catarina e em Administração de Empresas pela Escola Superior de Administração e Gerência da Universidade do Estado de Santa Catarina. Em 1989, ingressou na Eletrosul, onde permaneceu por seis anos, atuando em departamentos responsáveis por obras e projetos. Nos últimos dois anos, exerceu cargos diretivos na iniciativa privada, inclusive, à frente de empresa de geração de energia, proprietária da PCH São Sebastião, em Santa Catarina.

Natural de Cunha Porã (SC), Claudio Vignatti cursou Gestão Pública na Universidade do Sul de Santa Catarina. Microempresário, Vignatti prestou serviços de consultoria fiscal e tributária para empresas privadas. Licenciou-se, recentemente, da presidência do PT de Santa Catarina para se dedicar ao cargo na Eletrosul. Antonio Waldir Vittori, natural de Cambé (PR), é graduado em Engenharia Elétrica e especialista em Qualidade e Produtividade e Gestão Previdenciária.

Engenheiro da Eletrosul de 1978 a 1998, ocupou o cargo de diretor de Gestão Administrativa e Financeira na empresa, de 2003 a abril de 2008. A partir de maio de 2008 até março de 2010, assumiu a Diretoria de Operação. Em julho de 2011, com a criação das diretorias Administrativa e Financeira, passou a responder cumulativamente pelas duas funções. Entre abril de 2013 e julho de 2015, conduziu exclusivamente a Diretoria Financeira e, agora, retorna ao cargo de diretor de Operação.