Aneel não habilita Chesf para próximo leilão de LTs

Empresa não atendeu a requisitos mínimos de tempo médio de atraso em projetos

A Agência Nacional de Energia Elétrica decidiu desabilitar a Chesf do leilão de transmissão 001/2015, que será realizado no próximo dia 26 de agosto. A transmissora do Grupo Eletrobras não atendeu aos requisitos mínimos de desempenho de tempo médio de atraso na entrada em operação de projetos. Com isso, ela não poderá liderar consórcios no leilão.

De acordo com a Aneel, é negada a habilitação técnica ao participante do leilão que apresentar tempo médio de atraso na entrada em operação comercial de instalações de transmissão sob regime de concessão superior a 180 dias em relação às datas previstas nos contratos, considerando as obras concluídas nos últimos 36 meses ou que deveriam ter sido concluídas até a publicação do edital do certame.

Os atrasos na implantação de LTs continuam sendo o maior desafio da Chesf. A demora na execução das linhas tem feito com que eólicas fiquem prontas antes da chegada da conexão ao sistema. Em entrevista à Agência CanalEnergia, o novo presidente da Chesf, José Carlos de Miranda, assinalou esse com um dos desafios da empresa e colocou como meta colocar projetos em operação o mais rápido possível.