Bahia tem mais uma eólica enquadrada no Reidi

Projeto da EOL Caliandra recebeu R$ 23,1 milhões em investimentos, sem impostos

O Ministério de Minas e Energia autorizou na última quinta-feira, 16 de julho, o enquadramento no Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infraestrutura da EOL Caliandra, na Bahia. Serão implantadas duas turbinas na usina, que chegam a 5,4 MW de capacidade instalada. As obras terão início nesta sexta-feira, 17 de julho, e tem previsão de término para 2 de dezembro de 2016. O projeto demanda R$ 23,1 milhões em investimentos, sem a incidência de impostos.