MME autoriza o enquadramento de eólicas na Bahia ao Reidi

Investimento nas usinas ultrapassa R$ 200 milhões, sem impostos

O Ministério de Minas e Energia autorizou na última segunda-feira, 13 de julho, o enquadramento ao Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infraestrutura das EOLs Manineiro, Jurema Preta, Saboeiro e Putumuju, todas localizadas na Bahia. Na primeira usina, serão construídas cinco unidades geradoras, que somam 14,4 MW de capacidade instalada. A execução das obras vai de 10 de abril de 2015 a 10 de setembro desse ano. Na segunda eólica, três turbinas serão implantadas, com potência total de 8,1 MW e período de obras entre 18 de junho de 2015 a 10 de janeiro de 2016.

Na EOL Saboeiro, cinco unidades serão empreendidas, que alcançam 13,5 MW de capacidade instalada. As obras foram iniciadas em 20 de junho de 2015, e vão até 10 de janeiro de 2016. Já na EOL Putumuju, as cinco turbinas que serão implantadas chegam a 14,7 MW de potência. No dia 25 de outubro de 2015 as obras na usina terão início, com previsão de término para 2 de dezembro de 2016. O valor total investido nas quatro eólicas é de R$ 204,3 milhões, sem a contabilização de impostos.