Mais eólicas no Nordeste alcançam enquadramento no Reidi

Investimento nas usinas chega a R$ 253,3 milhões, sem impostos

O Ministério de Minas e Energia autorizou na última terça-feira, 7 de julho, o enquadramento ao Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infraestrutura das eólicas Jataí e Barbatimão, ambas no estado da Bahia. Os projetos das eólicas são semelhantes, com a construção de seis unidades geradoras com capacidade instalada total de 16,2 MW em cada uma delas. O período de execução das obras nas usinas foi iniciado em 10 de março de 2015, e vai até 10 de setembro desse ano. Somados, os empreendimentos receberam R$ 135,5 milhões em investimentos, sem a incidência de impostos.

O MME enquadrou ainda no Reidi o projeto da EOL Ventos de Santa Bárbara, localizada no Piauí. Serão construídas onze turbinas, que totalizam 29,7 MW de potência. As obras começaram em 30 de dezembro de 2014, e vão até a mesma data de 2015. O projeto teve uma demanda de R$ 117,8 milhões, sem o cálculo de impostos.