Aneel revoga autorização de cinco projetos eólicos no Maranhão

Projetos eram desenvolvidos pela Bioenergy e somam 144,5 MW de capacidade instalada

A Agência Nacional de Energia Elétrica revogou a autorização de cinco projetos eólicos previstos para serem implantados nos municípios de Paulino Neves e Tutóia, ambos no estado do Maranhão. As eólicas Ventos do Norte 8 e 10 e Marco dos Ventos 3, 4 e 5 eram desenvolvidas pela Bioenergy. As autorizações foram concedidas em dezembro de 2011. Os projetos teriam 28,8 MW de potência cada. As informações são do Diário Oficial da União desta sexta-feira, 26 de junho.

Em entrevista à Agência CanalEnergia, o presidente da Bioenergy, Sérgio Marques, confirmou o pedido de revogação de 14 projetos eólicos, sete previstos para o mercado livre e outros sete previsto para o mercado cativo. Nenhum desses projetos chegaram a ser construídos. Com isso, cerca de 400 MW em geração não devem entrar em operação. A expectativa de Marques é que a Aneel conceda o reequilíbrio econômico às usinas com contrato no mercado cativo.