Começa instalação de comportas-vagão da UHE Belo Monte

Término dessa fase vai possibilitar enchimento do reservatório intermediário da usina

A primeira das 18 comportas-vagão do paredão de concreto que conterá a água do reservatório intermediário da Usina Hidrelétrica Belo Monte (PA – 11.233 MW)  começou a ser instalada. Ela pesa 107 toneladas, tem 11 metros de largura e 16 metros de altura. A operação para o início da instalação dela nas estruturas de concreto da Tomada d’Água do Sítio Belo Monte se iniciou entre os dias 5 e 9 de junho. A conclusão da montagem das comportas-vagão é fundamental para liberar o enchimento do reservatório intermediário do empreendimento, pois servem como controle das águas do rio Xingu que vão movimentar as 18 turbinas da Casa de Força Principal.

Para a instalação da comporta, técnicos e operários montaram e concretaram a soleira, o quadro de vedação, guias e contra guias, que são peças fixas do equipamento. No último dia 5 de junho foi lançado o primeiro dos seis elementos do tabuleiro e, no dia 9 de junho, o sexto e último elemento nas ranhuras da comporta-vagão. Depois de finalizada a montagem do tabuleiro da primeira comporta-vagão, começa a ser montado o sistema de acionamento, composto por um servomotor hidráulico. A comporta-vagão também é chamada de comporta de emergência e tem a função de fechar a passagem de água para o conduto forçado, que alimenta a turbina. Em caso de emergência ou para manutenção, a comporta é acionada para estagnar a passagem da água.

As 18 comportas-vagão serão instaladas na tomada d’água do Sítio Belo Monte, a barreira de 63 metros de altura e 627 m de largura, construída em concreto, aço e cimento. É ela que regula a passagem da água até as 18 unidades geradoras da Casa de Força Principal do empreendimento.