Governo vai anunciar planos de investimento no setor no início de agosto

Entre os projetos, Braga espera incluir a hidrelétrica de São Luiz dos Tapajós

O governo deve lançar no dia 4 de agosto um pacote de novos leilões do setor elétrico e anunciar investimentos para os próximos quatro anos. A medida foi antecipada pelo ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, ao sair do Palácio do Planalto, em Brasília. Ele não deu detalhes sobre o pacote, mas disse esperar incluir a licitação da hidrelétrica de São Luiz dos Tapajós (AM-8.040 MW).

“Esperamos, sim, que [Tapajós] esteja no pacote de agosto. Agora no mês de junho estamos finalizando a entrega de todas as documentações de estudo de impacto ambiental. Estamos trabalhando muito para que o diálogo e a construção de uma política de compensações ambientais e sociais possam acontecer com os [indígenas do Vale do Tapajós] mundurukus de forma diferente de Belo Monte”, disse Braga referindo-se ao impasse com as comunidades indígenas da região, que rejeitam a construção da usina.

Antes do setor elétrico, o ministro disse que no dia 7 de julho será lançada a 13ª rodada de licitações de blocos de exploração de petróleo e gás natural, em cerimônia no Palácio do Planalto, com a participação da presidenta Dilma Rousseff. O anúncio faz parte do pacote de medidas para o setor de energia que Dilma disse que o governo fará como parte da estratégia de retomada do crescimento da economia.

A rodada foi autorizada pelo Conselho Nacional de Política Energética nesta semana. Serão licitados 266 blocos, num total de 125 mil quilômetros quadrados. Também serão ofertados 11 campos marginais.

As informações são da Agência Brasil