Consumo de energia no mercado livre cai 3,99% em abril, aponta Comerc

Na comparação anual, desempenho do ACL despencou 4,46%

O Índice Setorial Comerc, estudo mensal que avalia os dados de consumo de energia elétrica das 540 unidades sob administração da empresa no mercado livre de energia, revela que, em abril de 2015, o consumo de energia no mercado livre caiu -3,99% em relação ao mês anterior. No comparativo anual, o consumo de energia caiu -4,46% em relação a abril de 2014. O mês de abril de 2015 teve dois dias úteis a menos do que março do mesmo ano, o que pode causar distorções no índice. No entanto, abril de 2015 teve o mesmo número de dias úteis do que abril do ano passado.

No comparativo setorial mensal, observa-se uma queda generalizada do consumo de energia em praticamente todos os setores, salvo os de Papel e Celulose e de Siderurgia e Metalurgia, que obtiveram aumento de 0,88% e 0,15% no consumo de energia, respectivamente. O setor que mais caiu foi o de Veículos e Autopeças (-8,32%), seguido de Higiene e Limpeza (-7,58%) e Têxtil, Couro e Vestuário (-6,12%). Em relação ao setor automotivo, os dados do Índice Comerc estão em consonância com os divulgados pela Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotivos (Anfavea), que revelaram um recuo de 14,5% na produção de veículos no país em abril de 2015 em relação ao mês precedente.

No comparativo anual, em que os efeitos da sazonalidade são reduzidos, todos os setores apresentam redução dos níveis de consumo de energia, excetuando-se o de Embalagem, que subiu 5,11%. As quedas mais expressivas ocorreram nos setores de Material de Construção Civil (-10,85%), Siderurgia e Metalurgia (-10,05%) e Têxtil, Couro e Vestuário (-9,16%).