MME enquadra reforços na transmissão da Eletronorte em Manaus ao Reidi

Investimentos no projeto chegam a R$ 2,2 milhões, sem impostos

O Ministério de Minas e Energia aprovou na última quarta-feira, 27 de maio, o enquadramento ao Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infraestrutura de reforços nas subestações Lechuga e Jorge Teixeira, ambas em Manaus (AM). As subestações pertencem à Eletronorte.

As melhorias consistem na implantação de trechos de LTs constituídos por nove postes em cada subestação. As obras foram iniciadas em 13 de fevereiro de 2015 e têm previsão de término em 13 de agosto do mesmo ano. O projeto demandou R$ 2,2 milhões em investimentos, sem a incidência de impostos.

Também foi enquadrada no Reidi a CGH Sirivera, em Tocantins. Será construída uma unidade geradora, que totaliza 1 MW de capacidade instalada. Foram investidos R$ 6,4 milhões no empreendimento, sem impostos. O período de execução das obras vai de 30 de abril de 2015 a 20 de outubro de 2016.