Eólicas da Casa dos Ventos e da Chesf entram no Reidi

Projeto das usinas teve um custo de R$ 222,2 milhões em investimentos, sem impostos

O Ministério de Minas e Energia aprovou nesta terça-feira, 26 de maio, o enquadramento ao Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infraestrutura das EOLS Ventos de São Clemente 3 e 4, localizadas em Pernambuco. Ambas as usinas são de propriedade da Casa dos Ventos e da Chesf, e possuem projetos semelhantes. Serão construídas quinze unidades geradoras em cada uma, com capacidade instalada 30 MW. A execução das obras nas eólicas tem início em 10 de fevereiro de 2016, e vai até 10 de janeiro de 2017. No total, foram investidos R$ 222,2 milhões no empreendimento, sem a incidência de impostos.