Eólicas no RN entram no Reidi

Reforços na transmissão da ATE VII no Paraná também são enquadrados no Regime

O Ministério de Minas e Energia autorizou na última quarta-feira, 20 de maio, o enquadramento ao Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infraestrutura das EOLs Aroeira, Umbuzeiros e Jericó (todas localizadas no Rio Grande do Norte). Os projetos das eólicas são semelhantes, com a construção de quinze unidades geradoras em cada, que totalizam 30 MW de capacidade instalada em cada uma delas. O período de execução das obras das usinas começa em 10 de outubro de 2016, e vai até 31 de dezembro de 2017. O investimento total das obras foi de R$ 254,7 milhões, sem impostos.

Ainda foi aprovado no Reidi o enquadramento de reforços na transmissão da ATE VII – Foz do Iguaçu Transmissora de Energia, no Paraná. As melhorias consistem na instalação de módulos de conexão, banco de capacitores e complementação do módulo geral da subestação Foz do Iguaçu Norte. As obras tiveram início em 24 de dezembro de 2014, e vão até 24 de junho de 2016. Foram investidos no projeto R$ 15 milhões, sem a incidência de impostos.