Energisa quer distribuidoras da Eletrobras, mas precisa conhecer condições de venda

Há cerca de um ano, empresa selava operação com Rede Energia

Pouco mais de um ano após ter adquirido as oito distribuidoras da Rede Energia, a Energisa mostra que ainda pode ter fôlego para mais aquisições. Em conferência com analistas nesta quarta-feira, 20 de maio, o diretor de relações com investidores da Energisa, disse que há interesse nas distribuidoras em poder da Eletrobras, mas que ainda é necessário saber sob quais condições elas serão colocadas para a venda. "Caso o cenário de preços seja razoável, vamos tentar entrar no leilão, mas tudo depende das condições, fica difícil afirmar se vamos entrar ou não", afirmou Botelho.

Na última semana, a presidente Dilma Rousseff incluiu a Celg (GO) no Programa Nacional de Desestatização. A inclusão da empresa no PND fez parte das negociações entre o Ministério de Minas e Energia e o estado de Goiás. A Eletrobras possui 50,93% das ações da distribuidora. No Plano de reestruturação da Eletrobras, a venda total ou parcial do controle das outras seis distribuidoras do Grupo também aparece como opção. As concessionárias ficam nos estados do Acre, Alagoas, Piauí, Amazonas, Rondônia e Roraima.