Chesf energiza linha de transmissão para eólicas do RN

Mais de 1.500 MW de geração eólica são escoados com energias de linha e subestações

Com investimentos de R$ 295 milhões, a Extremoz Transmissora do Nordeste, empresa da qual a Chesf é sócia, energizou, no último dia 10, a subestação de Campina Grande III, 500/230kV – 1200MVA e a linha de transmissão de 500kV, interligando as subestações de Ceará Mirim II, no Rio Grande do Norte, à de Campina Grande III, na Paraíba.

Esses empreendimentos possibilitam o escoamento pleno de mais de 1.500 MW de geração eólica, provenientes dos parques localizados no Rio Grande do Norte, conectados às subestações de João Câmara II (Chesf) e João Câmara III (ETN) ao Sistema Interligado Nacional. A Chesf é, atualmente, uma das maiores investidoras em obras de transmissão de energia elétrica do País. Segundo a empresa, a expectativa este ano é investir R$ 2 bilhões, principalmente em obras no Nordeste.