Desligamento interrompe 465 MW de carga em Manaus

De acordo com Eletrobras Amazonas Energia, rompimento de cabo em subestação causou interrupção

O desligamento automático parcial do subsistema I (Mauá III) da rede da Eletrobras Distribuição Amazonas, ocorrido às 22:51 horas da última segunda-feira, 29 de maio, levou a interrupção de 465 MW de cargas na capital Manaus (AM). Também houve o desligamento de 50 MW das UTE Jaraqui e de 64MW da UTE Tambaqui. O Operador Nacional do Sistema Elétrico ainda investiga a causa da interrupção.

O restabelecimento da carga começou de imediato. Às 22:47 horas, quando cerca de 3.200 MW de carga já tinham sido normalizados, houve novo desligamento parcial da rede de 69 kV da distribuidora, além de 51 MW da UTE Mauá bloco III. Esse novo restabelecimento também começou de imediato e terminou às 00h58min do dia 30 de maio. A usina de Tambaqui foi normalizada às 23h36min e a de Jaraqui às 00h19min do dia 30 de maio.

Em comunicado publicado em uma rede social, a Eletrobras Distribuição Amazonas informou que o rompimento de um cabo na subestação de Mauá, localizada no Bairro Mauazinho, afetou o fornecimento parte dos bairros de Manaus localizados nas zonas Norte, Leste e Sul. Segundo a distribuidora, às 22h50min, 98% dos clientes já tinham seu fornecimento de energia normalizado, com a conclusão ocorrendo às 23h58min. Equipes de manutenção da Eletrobras Distribuição Amazonas executarão durante essa terça-feira, 30, serviços de substituição de cabos e outros componentes dentro da Subestação Mauá, de modo a evitar a repetição do problema.