Taesa adia emissão de debêntures

Empresa estuda captação de R$ 575 milhões no mercado de capitais

A Taesa prorrogou por 30 dias o prazo para o registro da 4º oferta pública de debêntures, no valor de R$ 575 milhões, “em virtude das condições atuais dos cenários político e de mercado de capitais nacionais.”

Em 11 de maio, a Taesa submeteu à Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) pedido de análise prévia para registro de oferta pública, sob o regime de garantia firme de colocação, de, inicialmente, 575 mil debêntures simples, não conversíveis em ações, com valor nominal unitário de R$ 1 mil, em duas séries.

“A companhia manterá o mercado e seus acionistas informados sobre o cronograma, o desenvolvimento e as condições da oferta”, diz a nota registrada na última terça-feira, 30 de maio, na Comissão de Valores Mobiliários.