PLD sobe 15% no Sudeste/Centro-Oeste e chega a R$ 160,62 / MWh

Preço no Nordeste tem alta de 28%e passa para 178,85/ MWh

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica informa que o Preço de Liquidação das Diferenças para o período entre 24 e 30 de junho apresentou crescimento de 15% no submercado Sudeste/Centro-Oeste, ao passar de R$ 140,18/MWh para R$ 160,62/MWh. O preço no Sul também subiu 5%, ao passar de R$ 87,00/MWh para R$ 91,44/MWh. Já no PLD dos submercados Norte e Nordeste, o crescimento foi de 28%, ao passar de R$ 140,18/MWh para R$ 178,85/MWh.

As afluências previstas para o Sistema, em junho, reduziram em torno de 1.700 MW med, sendo revistas de 132% para 129% da Média de Longo Termo. No Sul e Sudeste, as afluências ficaram em 273% e 109%, respectivamente. No entanto, elas ainda ficaram abaixo da MLT no Nordeste, com 32% e no Norte, com 61%. O crescimento no PLD em todo o País é explicado, principalmente, pela redução nos índices de afluências verificados.

Já a previsão de carga para a próxima semana deve ficar em torno de 200 MW med mais baixa que a expectativa anterior, com retração esperada apenas no Sudeste, em 400 MW med. Para os demais submercados, é esperada elevação, em torno de 165 MW med no Sul, 25 MW med no Nordeste e 10 MW med no Norte.

Os níveis dos reservatórios do SIN ficaram em torno de 1.400 MW med acima do esperado, com elevação observada apenas no Sul, cujos níveis estão cerca de 1.600 MW med mais altos. No Norte, os níveis estão aproximadamente 170 MW med mais baixos e, no Sudeste e Nordeste, os níveis permaneceram praticamente estáveis. O fator de ajuste do MRE previsto para junho foi revisto de 79,5% para 78,9%. A previsão para os Encargos de Serviços do Sistema está em R$ 120 milhões para junho, sendo R$ 58 milhões referentes à segurança energética.