Eletrobras Alagoas reduz perdas em 25,3% nos últimos doze meses

Distribuidora consegue recuperar R$ 25,6 milhões em faturamento

A Eletrobras Distribuição Alagoas alcançou, no último mês de junho, uma queda significativa nas perdas globais de energia elétrica. É a 5ª redução consecutiva registrada em 2017. As perdas nos últimos 12 meses totalizaram 25,3%, o que representa 6,6% a menos se comparado aos dados de janeiro do mesmo ano. Os números representam uma recuperação de 54 GWh, que equivalem a R$ 25,6 milhões de faturamento da Eletrobras, e garantiu ao estado o recolhimento adicional de R$ 5,7 milhões em ICMS em 2017.

Em 2016, as perdas de energia elétrica atingiram aproximadamente R$ 150 milhões de prejuízo para a distribuidora. Os valores que deixaram de ser arrecadados em ICMS para Alagoas foram de aproximadamente R$ 48 milhões. Já as prefeituras perderam cerca de R$ 2 milhões em contribuição de iluminação pública. Segundo Almir Pereira, assistente da diretoria Financeira Comercial, a redução das perdas faz parte do planejamento estratégico da empresa. Para ele, os resultados garantem receita para cumprir os compromissos com clientes e fornecedores, além de atingir as metas da Agência Nacional de Energia Elétrica.  Ele aponta ainda que o cenário de redução de perdas contribui para um sistema elétrico mais robusto, que trará mais segurança e qualidade de energia para o consumidor.

De acordo com Pereira, os resultados não são por acaso. O Programa “Tô Legal. Com energia e segurança, todo mundo ganha”, lançado em abril é um grande aliado na redução das perdas. A campanha aumentou o número de equipes de inspeção e busca conscientizar a população sobre os prejuízos da prática ilegal de furto de energia. Até julho, já foram realizadas mais de 50 mil inspeções pelo programa. Outro aliado é o subprojeto de regularização de clandestinos, desenvolvido desde 2014. Já foram regularizados aproximadamente 17 mil consumidores clandestinos, em 26 municípios do estado. Quase 100 colaboradores são mobilizados para atender ao projeto, que prevê também reforma e ampliação da rede elétrica.

A instalação de tecnologia para telemedição de clientes de elevado consumo e atendidos em baixa tensão foi mais um investimento realizado. A medida permite a medição do consumo em tempo real de 50% do faturamento da empresa, por meio de um controle maior no monitoramento das cargas. A Eletrobras consegue identificar possíveis pontos de fraudes e desvios, além de reduzir despesas com leitura de medidor. Também foi realizada a mobilização de mais de 100 colaboradores para realizar o recadastramento dos consumidores. A medida busca atualizar dados importantes e possibilita um planejamento mais eficiente nas rotas de leitura. Até junho deste ano, 642 mil consumidores foram recadastrados, representando 60% dos clientes.