Com alta de 27,6%, lucro da Neoenergia no 2º trimestre é de R$ 143,6 milhões

Na análise entre o primeiro semestre de 2017 com igual período do ano passado, lucro da holding sofreu retração de 3,9%

Fechando no montante de R$ 143,63 milhões, o lucro líquido do Grupo Neoenergia no segundo trimestre deste ano registrou um crescimento 27,6% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando ficou em R$ 112,56 milhões. Já na análise entre o primeiro semestre de 2017 com igual período do ano passado, o lucro líquido da holding de geração e distribuição sofreu retração de 3,9%, totalizando R$ 303,86 milhões entre janeiro e junho do atual exercício.

De acordo com as demonstrações financeiras da companhia, divulgadas ao mercado nesta sexta-feira (11), o resultado financeiro permanece negativo, embora tenha apresentado melhora considerável tanto na camparação entre os segundos trimestres como dos semestres. No corte trimestral, passou de R$ 1,776 bilhão em 2016 para R$ 771 milhões em 2017 (redução de 56,6%), enquando na relação semestral saiu de R$ 3,444 bilhões para R$ 1,658 bilhão (queda de 51,8%).

As despesas operacionais da companhia cresceram. Entre abril e junho deste ano fecharam em R$ 389,3 milhões, contra R$ 363,1 milhões nos mesmos três meses do ano passado. Já considerando o período de janeiro a junho, as despesas operacionais saltaram de R$ 680,8 milhões em 2016 para R$ 724,5 milhões em 2017. As receitas de vendas de bens e serviços saíram de R$ 3,773 bilhões no segundo trimestre de 2016 para R$ 4,316 bilhões no segundo trimestre de 2017.