Instituto AES e Artemisia anunciam apoio ao empreendedorismo social focado em energia

Parceria entre empresas vai selecionar projeto de impacto social e elaborar estudo sobre os principais desafios enfrentados por famílias de baixa renda quando o assunto é energia

O Instituto AES e a Artemisia, anunciaram na última quinta-feira, 10 de agosto, uma parceria ao fomento e apoio a negócios de impacto social no país. Essa aliança tem como objetivo elaborar uma Tese de Impacto Social em Energia – um levantamento inédito a ser lançado em novembro, e que reunirá os desafios enfrentados pela população de baixa renda no Brasil, relacionados à energia. O estudo também apontará as possíveis oportunidades para negócios de impacto social, e também foi informado que haverá a seleção de um negócio a ser elaborado neste segundo semestre, e que está com inscrições estão abertas até 18 de agosto no site da Artemisia.

O apoio do Instituto AES ao programa Aceleradora da Artemisia permitirá potencializar um negócio de impacto que tenha uma solução inovadora e que possa crescer e beneficiar um grande número de pessoas. A AES Brasil ainda contribuirá com acesso à experiência, conhecimento e outros ativos da empresa. “Acreditamos na força do empreendedorismo para criar oportunidades de desenvolvimento e melhorar a qualidade de vida das pessoas. Ao investir na identificação e apoio a um negócio com solução eficaz em energia, queremos ampliar a capacidade de impacto social dessa solução”, afirma Luiz Rielli, diretor do Instituto AES.

Através do apoio ao desenvolvimento da Tese, o Instituto AES busca gerar conhecimento e indicar caminhos sobre como os negócios de impacto social, relacionados à energia, poderão contribuir com a melhoria da qualidade de vida da população de baixa renda no país. Com o estudo concluído, a proposta é disseminar a análise, a fim de estimular empreendedores, empresas, institutos/fundações empresariais e investidores, entre outros atores, a apostarem em negócios de impacto social. Na prática, o levantamento apoiará a seleção de um negócio para a fase de aceleração e será um marco para o surgimento de novos negócios de impacto social.

Segundo Maure Pessanha, diretora-executiva da Artemisia, a organização buscará ativamente estudoempreendedores com genuína intenção de gerar impacto social positivo dentro da temática energia, por meio de startups inovadoras com propostas voltadas às necessidades da baixa renda. “Buscamos soluções acessíveis, de baixo impacto ambiental, que visem à eficiência energética, consumo consciente, geração distribuída e fontes alternativas de energia, entre outras. Além disso, nosso olhar está direcionado para empresas que possam proporcionar maior autonomia a indivíduos e comunidades, com modelos adequados às demandas, que geram benefícios à qualidade de vida e melhoram indicadores socioeconômicos locais para, ao final, selecionarmos um negócio que será acelerado ainda este ano”, afirmou a executiva.

Com a parceria, o Instituto AES marca uma nova etapa do investimento social privado da AES Brasil, que traz a inovação social como tema transversal das iniciativas. “Escolhemos a Artemisia como parceira nesse momento por termos um forte alinhamento de estratégias e o compromisso de buscar soluções inovadoras de alto impacto social”, afirma Rielli. A parceria com a Artemisia se encaixa no pilar de Inovação para Desenvolvimento Social, cuja proposta é focar em negócios de impacto social relacionados à energia