Aneel estipula reajuste médio de 12,88 % na tarifa da Cemar

Impacto na baixa tensão será de 13,21% a partir do próximo dia 28 de agosto

A Agência Nacional de Energia Elétrica definiu em reunião nesta quarta-feira, 22 de agosto, que a revisão tarifária da Cemar (MA) vai trazer em efeito médio de 12,88%. Na alta tensão, o impacto será de 11,49%, enquanto na baixa tensão, ele fica em 13,21%. Os novos índices valem a partir do próximo dia 28 de agosto. A Cemar tem 2,3 milhões de unidade consumidoras.

Os valores foram definidos após longa apresentação, em que o diretor da Cemar Tinn Amado ressaltou os bons resultados no fornecimento que a distribuidora vem conseguindo ao longo dos anos, já que desde 2004 a redução do índice é contínua. Já o representante do Sindicato dos Urbanitários do Maranhão, José Guilherme Zagallo, lembrou que, no último ano, foram pagos R$ 1,5 milhão em compensações e o tempo médio de atendimento estava aumentando. O número de terceirizados – em torno de seis mil – também foi considerado excessivo por ele.

O diretor da Aneel André Pepitone salientou que o processo de revisão tarifária da Cemar teve uma das audiências públicas presenciais mais longas, com direito a muitas contribuições dos agentes, o que ressaltava o caráter transparente e evolutivo do processo.