Cemig troca lâmpadas e geladeiras antigas em 36 municípios de MG

Energia Cidadã tem previsão de mais 55 municípios atendidos até o final do ano

Lançado este ano pela Cemig, o Projeto Energia Cidadã continua recebendo investimentos para a substituição de lâmpadas ineficientes por lâmpadas de LED e geladeiras antigas por novas, com menor consumo de energia. A expectativa da empresa é de que cerca de 100.000 famílias de baixa renda sejam beneficiadas em 100 municípios da área de concessão. As famílias receberão cerca de 500 mil lâmpadas, e serão trocadas aproximadamente 4.000 geladeiras.

De acordo com Aline Pimenta Martins, engenheira de soluções energéticas da Cemig, os agentes do projeto visitam atualmente as residências para fazerem a troca das lâmpadas e a identificação das geladeiras em condições de troca.

O Programa tem como objetivo substituir equipamentos de alto consumo como lâmpadas, geladeiras e chuveiros por outros mais eficientes e econômicos, reduzindo o consumo e a demanda de energia nas casas dos consumidores de baixa renda de Minas Gerais. Além disso, os consumidores são orientados sobre o uso eficiente e seguro da energia elétrica.

O projeto faz parte do Programa Energia Inteligente, regulado pela Aneel, que visa desenvolver projetos de eficiência energética junto às famílias de baixa renda, hospitais, entidades sem fins lucrativos, instituições educacionais e órgãos públicos com a finalidade do uso racional de energia elétrica e equipamentos eficientes. O Energia Cidadã já atendeu 36 municípios dos territórios de desenvolvimento Norte, Médio e Baixo Jequitinhonha, Vale do Aço, Caparaó, Vale do Rio Doce, Noroeste e Vertentes.

Os próximos passos preveem mais 55 municípios atendidos até o final do ano. A seleção dos locais é feita com base em critérios de número de famílias, priorizando as regiões com maior número de população de baixa renda.