Produção eletroeletrônica cresce 5,4% em julho e 4% no acumulado do ano, aponta Abinee

Segundo o presidente da associação, Humberto Barbato, já é possível observar solidez no ritmo de crescimento de reconstrução da economia

Dados aferidos pelo IBGE e agregados pela Abinee foram divulgados na última segunda-feira, 11 de setembro. Conforme os dados, a produção industrial do setor eletroeletrônico cresceu 5,4% no mês de julho em comparação ao mesmo período do ano passado.

O desempenho foi alavancado pelo acréscimo de 23,8% da indústria eletrônica, visto que a indústria elétrica recuou 7,0% na comparação com o mesmo mês do ano passado. Nos últimos três meses, os resultados apontados no ano ultrapassaram os de 2016, e quase atingiram os registrados em 2015.

Em relação a junho de 2017, com ajuste sazonal, o crescimento do setor foi de 3,1%, com elevação tanto na área eletrônica quanto na área elétrica, com 5,9% e 0,7% respectivamente.

No acumulado do primeiro semestre do ano, a produção industrial do setor eletroeletrônico cresceu 4,0% em relação ao igual período de 2016. O incremento é resultado da elevação de 19,7% na área eletrônica, que apontou aumento na produção em todos os segmentos analisados.

“Já conseguimos observar uma solidez no ritmo de crescimento”, afirmou o presidente da Abinee, Humberto Barbato. Ele acrescenta, entretanto, que ainda é cedo para comemorar: “Estamos em processo de reconstrução depois de um terremoto”.