Beta Comercializadora define novo presidente

João Carlos Guimarães assume desafio de liderar operações de comercialização de energia para o fundo CSHG Delta Energia

A Beta Comercializadora, responsável pelas operações de comercialização de energia do fundo de investimentos CSHG Delta Energia, anunciou João Carlos Guimarães como seu novo presidente. O executivo, com mais de 30 anos de experiência em grandes empresas do setor elétrico, tem passagens por companhias dos segmentos de geração, distribuição e comercialização. A última posição de Guimarães foi a de diretor-geral na EDP Comercializadora por 7 anos, considerada uma das empresas líderes no trading de energia entre os grandes grupos do setor.

“Assumi a Beta Comercializadora motivado pelo ineditismo desse modelo de negócios e por sua capacidade de oferecer soluções diferenciadas ao mercado de comercialização de energia elétrica com o objetivo de aumentar a sua liquidez e reduzir o risco de mercado”, explicou Guimarães.

A comercializadora fará operações de trading direcional e de pré-pagamento de energia, ofertando capital para a comercialização de energia elétrica, e favorecendo o aumento da liquidez, com a redução do risco do mercado. Este modelo é pioneiro na atração de investidores profissionais para o setor e oferecerá retornos financeiros diferenciados, em um momento de taxa de juros decrescentes.

O CSHG Delta Energia é um fundo de investimento fechado, cujas cotas foram distribuídas por meio de uma oferta ICVM476, de teto R$ 1 bilhão. A oferta ficou aberta por apenas 42 dias (entre 21 de julho a 31 de agosto de 2017) e, durante o período, não apenas alcançou a demanda do teto da oferta, como também uma sobre demanda.

A operacionalização do fundo pela Beta Comercializadora foi mais uma oportunidade vislumbrada pelo Grupo Delta Energia dentro do seu portfólio de negócios consolidado ao longo de 16 anos de experiência. Como em operações anteriores a empresa estruturou, em conjunto com seus parceiros, uma opção de investimento inédito, que uniu o mercado financeiro brasileiro com o de comercialização de energia.