Abinee: Produção do setor eletroeletrônico cresce 6% em agosto e 4,5% no acumulado

O desempenho foi puxado pelo acréscimo de 22,1% da indústria eletrônica, visto que a indústria elétrica recuou 5,8% na comparação com o mesmo mês do ano passado

A produção industrial do setor eletroeletrônico cresceu 6% no mês de agosto em relação ao mesmo período de 2016. É o que mostram os dados divulgados pelo IBGE e agregados pela Abinee na última terça-feira, 3 de outubro. O desempenho foi puxado pelo acréscimo de 22,1% da indústria eletrônica, visto que a indústria elétrica recuou 5,8% na comparação com o mesmo mês do ano passado.

Em relação a julho deste ano, com ajuste sazonal, o crescimento do setor foi de 1,1%, com elevação tanto na área eletrônica, com 1,6%, quanto na área elétrica, 0,5%. “Os números são positivos, mas ainda temos observado um descompasso entre o desempenho do segmento eletrônico e elétrico”, afirmou o presidente da Abinee, Humberto Barbato. Segundo ele, as áreas ligadas a equipamentos para infraestrutura e energia ainda se ressentem do baixo nível de investimentos.

No acumulado de janeiro a agosto de 2017, a produção industrial do setor eletroeletrônico cresceu 4,5% em relação ao igual período de 2016. Este incremento foi resultado da elevação de 20,6% na área eletrônica, enquanto o segmento elétrico sofreu queda de 6,4%.