BBCE bate recorde de negociações em setembro

Plataforma negociou 4.070 MW, somando R$ 1,02 bilhão

O Balcão Brasileiro de Comercialização de Energia registrou mais um recorde em setembro. O volume negociado atingiu 4.070 MW, por meio de 2.250 contratos, ante 3.906 MW em agosto. Em termos de volume financeiro, as negociações também bateram recorde em setembro, somando R$ 1,026 bilhão, ou seja, 18% acima do montante de agosto, R$ 870 milhões, que já havia surpreendido na época. No acumulado de janeiro até setembro, foram registrados pela BBCE um total de 7.808 contratos, correspondente a 16.756 MW, o que movimentou R$ 3,37 bilhões.

O crescimento nos volumes de negociações reflete a maior agressividade da estratégia comercial da plataforma, visando o aumento do número de participantes, principalmente de geradores de energia, e da garantia de um ambiente de negociação seguro, transparente. De acordo com Victor Kodja, presidente da BBCE, trata-se de um ambiente que proporciona transparência e funciona como um mecanismo de compliance para os agentes.

Ainda de acordo com Kodja, há uma média de 70 empresas negociando todos os dias na plataforma, indicativo do ganho de liquidez e do reconhecimento das facilidades que a plataforma traz, como agilidade, flexibilidade e capacidade de realização de negócios.

Em breve, segundo ele, a BBCE pretende ampliar o leque de produtos ofertados, incluindo gás natural e biomassa, e lançar outras ferramentas. “Nos próximos meses, teremos quatro sistemas para operações no mercado de energia e outros: balcão que virá totalmente renovado, sistema de realização de leilões, boleta eletrônica para registro de contratos e sistema de levantamento de cotações”, afirma Kodja.