Eletrobras e AES Eletropaulo assinam memorando de entendimento para acordo sobre dívida

Processo judicial está suspenso por 60 dias para negociação. Dívida é referente a empréstimo contraído na década de 80

A Eletrobras anunciou em comunicado ao mercado que celebrou memorando de entendimentos com a AES Eletropaulo (SP) para estabelecer critérios para a criação de um processo de mediação para negociar as bases para um eventual acordo visando encerrar a disputa judicial que envolve as empresas. A disputa é sobre de quem é a responsabilidade pelo pagamento do saldo de empréstimo concedido em 1986 pela Eletrobras à AES Eletropaulo.

As empresas vão pedir a suspensão do processo judicial pelo prazo de 60 dias, para concluírem neste intervalo o processo de mediação. Ainda de acordo com o comunicado da Eletrobras, o memorando não significa qualquer tipo de renúncia, mas sim apenas uma tentativa de encerrar a disputa judicial, de modo satisfatório para as duas partes. A assinatura do memorando não traz nenhum impacto imediato nos resultados da Eletrobras, já que a efetivação do acordo ainda dependerá das aprovações societárias necessárias.