Fitch afirma grau de investimento de debêntures de transmissora

Transmissora Sul Brasileira de Energia tem Copel e Eletrosul como controladores

A agência de classificação de risco Fitch afirmou em ‘AA (bra)” o rating nacional de longo prazo da segunda emissão de debêntures da Transmissora Sul Brasileira de Energia (TSBE), com vencimento em 2028. A perspectiva do rating é estável.

O quadro societário da TSBE é formado pela Eletrosul e Copel. A TSBE tem como objetivo principal implantação, a operação comercial e a exploração do serviço público de transmissão de energia elétrica de ativos na região Sul do Brasil. Segundo a Fitch, o rating reflete a baixa complexidade operacional do projeto e o baixo nível de reinvestimentos ao longo da vida do ativo, aliada à natureza estável e previsível das receitas.

A TSBE é responsável por operar as linhas de transmissão de 525KV Salto Santiago – Itá – Nova Santa Rita (LT I) e as linhas de transmissão de 230KV Nova Santa Rita – Camaquã 3 – Quinta (LT II), além das subestações necessárias para conectar as linhas. O projeto entrou em operação comercial plena em dezembro de 2014, tendo iniciado suas atividades de forma escalonada a partir de fevereiro de 2014. O prazo de concessão é de 30 anos, contados a partir de maio de 2012.