RGE Sul interrompe análise do pedido de registro de distribuição de debêntures

Decisão decorre do pedido de interrupção de prazo de análise oferta protocolado na CVM em 20 de outubro

A distribuidora RGE Sul informou ao mercado nesta terça-feira, 24 de outubro, que interrompeu a partir de hoje, pelo prazo de 30 dias úteis, a análise do pedido de registro da distribuição pública de debêntures nominativas, escriturais, simples, não conversíveis em ações e com garantia fidejussória da própria empresa. A decisão decorre do pedido de interrupção de prazo de análise da Oferta dos papeis protocolado perante a Comissão de Valores Mobiliários no último dia 20 de outubro.

Em comunicado, a empresa esclarece que os pedidos de reserva realizados pelos investidores serão automaticamente cancelados, e as instituições intermediárias participantes da Oferta comunicarão aos respectivos investidores o cancelamento do pedido de reserva. Caso esses já tenham efetuado o pagamento do valor do investimento, os valores depositados serão devolvidos sem remuneração ou correção no prazo de três dias úteis, contados a partir de hoje.

Caso a análise do pedido de registro da oferta de debêntures seja retomada, a companhia informá ao mercado, com a publicação de novo cronograma e o novo prazo para pedidos de reserva, além do agendamento de nova data para realização do procedimento de coleta de intenções de investimento dos potenciais investidores. Os bancos J.P. Morgan Citibank, que atuavam como instituições intermediárias, retiraram-se do sindicato de bancos coordenadores da operação.