CCEE: PLD cai para R$ 449,83/MWh

Expectativa de afluências para o sistema melhoram para 92%

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica informa que o Preço de Liquidação das Diferenças para o período entre 18 e 24 de novembro caiu 7% ao passar de R$ 481,66/MWh para R$ 449,83/MWh nos submercados Sudeste/Centro-Oeste, Sul, Nordeste e Norte. Os preços seguem iguais entre todos os submercados, uma vez que os limites de intercâmbio entre eles não foram atingidos em nenhum patamar de carga.

As afluências esperadas para o Sistema, ao longo de novembro, foram revistas e passaram de 88% para 92% da Média de Longo Termo, impactando diretamente na queda do PLD. A elevação é prevista para todos os submercados, exceto o Nordeste, que recua de 22% para 21% da MLT. As demais ENAs previstas para novembro devem ficar em 97% da média no Sudeste, 126% no Sul e em 62% no Norte. Já a carga esperada para o Sistema, na próxima semana, deve permanecer igual à prevista na semana anterior.

Os níveis dos reservatórios do Sistema estão cerca de 125 MW med mais elevados frente aos números da última semana. As elevações foram verificadas em todos os submercados com exceção do Sul, cujos níveis estão cerca de 180 MW med mais baixos, e do Sudeste, onde os níveis ficaram inalterados. Os volumes de energia devem subir nos reservatórios do Nordeste, com aumento de 105 MW med e do Norte, com mais 205 MW med.

O fator de ajuste do Mecanismo de Realocação de Energia esperado para novembro foi revisto de 66,2% para 66,8%. A previsão de Encargos de Serviços do Sistema para o período é de R$ 27,5 milhões, sendo R$ 16 milhões referentes à segurança energética. Na análise dos custos decorrentes do descolamento entre o CMO e o PLD, que remuneram as usinas que são despachadas por ordem de mérito e estão acima do preço máximo, são estimados valores na ordem de R$ 7,2 milhões para novembro.