Cemig vende ações da Taesa mas mantém bloco de controle

Units foram negociadas a R$ 21,10 e não faziam parte dos papeis vinculados ao acordo de acionistas

A Cemig vendeu no dia 24 de novembro 34 milhões de units de emissão da Taesa ao preço de R$ 21,10 por Unit. Com essa venda, afirmou a estatal mineira, a sua participação no capital social da transmissora passou de 31,54% para 21,68%, sendo 218.369.999 ações ordinárias e 5.646.184 ações preferenciais, o que corresponde aos percentuais de 36,97% e 1,28%, respectivamente. Apesar da negociação, o bloco de controle permanece inalterado, tendo em vista que as ações negociadas não estavam vinculadas ao Acordo de Acionistas.
A Cemig afirmou que os recursos obtidos com a venda, R$ 717,4 milhões, serão depositados numa conta vinculada para honrar os compromissos da companhia relacionados à opção de venda outorgada aos bancos acionistas da Rio Minas Energia Participações e da Luce Empreendimentos e Participações, referentes à put que essas empresas detém na transmissora.
Com isso, a composição acionária da Taesa passa a ter a Cemig com os porcentuais acima mais a colombiana ISA (controladora da Cteep) com 14,88% do capital total (26,03% de ações ordinárias e nenhuma preferencial) e o restante, ou 63,45%, em free float sendo 37% das ordinárias e 98,72% das preferenciais que são negociadas no mercado de capitais.