OPA da Energisa MT é aprovada pelo conselho

Leilão está previsto para 16 de janeiro de 2018; preço a ser oferecido será de R$ 8,60, valor que poderá ser ajustado

O Conselho de Administração da Energisa Mato Grosso (EMT) aprovou a realização de oferta pública de ações (OPA) da companhia, de forma voluntária, para aquisição de até a totalidade das ações ordinárias e preferencias em circulação no mercado. A decisão foi tomada em reunião realizada na última sexta-feira, 8 de dezembro, conforme documento disponibilizado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A companhia está disposta a adquirir até 71.104.446 ações, representativas de 33,40% do capital social total, ao preço de R$ 8,60 por título, valor que poderá ser ajustado. Leilão está previsto para 16 de janeiro de 2018, com realização na B3. A aquisição da totalidade das ações implicará o desembolso máximo de R$ 611,5 milhões pela Energisa.

Para a aquisição das ações, a companhia poderá utilizar caixa próprio e/ou estruturar operação junto a instituições financeiras. A Energisa contratou a Ernst & Young para elaborar o laudo de avaliação das ações.

A companhia obriga-se a, caso venha a adquirir mais de dois terços das ações em circulação de uma mesma espécie e classe, a adquirir ações remanescentes, pelo prazo de três meses, contados da data do leilão da oferta, atualizado pela variação da Taxa Selic desde a data de liquidação do leilão até a data do efetivo pagamento e, eventualmente, ajustados pelos pagamentos ou direitos de dividendos ou juros sob capital próprio.

O capital social da EMT é composto por 73.478.111 ações ordinárias e 139.432.535 ações preferenciais. O quadro abaixo detalha a distribuição do capital social da companhia e o cronograma da oferta.