RGE Sul aplica R$ 14,22 milhões no sistema elétrico de Agudo

R$ 11,56 milhões foram empregado em obras suporte ao crescimento de mercado, como a melhoria dos níveis de tensão, foco na instalação de novos componentes e novas fontes de abastecimento

Agudo (RS) é reconhecida pela gastronomia e ecoturismo, mas também é destaque na economia com a força de seu agronegócio. Alinhada a este constante crescimento e consequente demanda energética, a RGE Sul informou nesta quinta-feira, 21 de dezembro, que aplicou R$ 14,22 milhões em obras que abrangem todos os quesitos do sistema elétrico do município.

O trabalho da empresa está focado na melhoria da distribuição de energia para os mais de 6 mil clientes, conforme afirmou o Consultor de Negócios da RGE Sul, Carlos Amorim. Segundo ele, os investimentos da concessionária no município visam modernizar o sistema de abastecimento. “Essas obras nos permitem atender ainda melhor nossos clientes. Os postes de concreto, mais robustos e resistentes, aumentam a confiabilidade da rede”, ressaltou. A distribuidora também efetuou a substituição de 286 postes de madeira por concreto e construiu 2 Km de rede elétrica.

Do total investido na cidade, R$ 1,08 milhão foram destinados à novas ligações urbanas e rurais, de núcleos habitacionais e substituição de medidores de baixa, média e alta tensão, além de reforma e modernização das redes envolvidas.

O maior volume dos recursos, R$ 11,56 milhões, foram empregados em obras suporte ao crescimento de mercado, como a melhoria dos níveis de tensão, foco na instalação de novos componentes e novas fontes de abastecimento. A concessionária também reservou R$ 1,5 milhão para obras de adequações das redes, substituição de postes, troca de transformadores, manutenção de religadores e reguladores de tensão, reforma de redes de distribuição, melhoria de níveis de tensão e substituição de cabos de linhas já existentes.

Somente no acumulado do ano até setembro a concessionária investiu R$ 267,8 milhões em obras e melhorias em todos os 118 municípios de sua área. O montante representa 42% a mais em investimento, comparado ao mesmo período de 2016, quando o valor aplicado foi de R$ 188,6 milhões.