FGV vai participar como representante do Brasil em escola de regulação

Instituição deve funcionar a partir do segundo semestre de 2018

A Fundação Getulio Vargas vai participar como representante brasileira da Escola Ibero-Americana de Regulação, criada em janeiro desse ano pela Associação Ibero-Americana de Entidades Reguladoras de Energia (Ariae).  Localizada em Santiago,a EIR é uma iniciativa da Universidade Católica do Chile com a Universidade Esan, do Peru.

A instituição de ensino tem como objetivo o atendimento à demanda do mercado por profissionais treinados para enfrentar os desafios regulatórios do setor energético. Os cursos da EIR podem ser oferecidos  em qualquer pais ibero-americano nas modalidade presencial ou a distância. A previsão é de que as atividades sejam iniciadas no segundo semestre de 2018.