MME autoriza Eletrobras a importar energia da Argentina

Operação será feita via conversoras de Garabi e Melo. Energia será destinada ao MCP

O Ministério de Minas e Energia autorizou uma filial da Eletrobras a importar até o fim do ano de forma excepcional e temporária até 2.200 MW de energia da Argentina por meio das estações conversoras de frequência de Garabi I e II e até 50 MW através da conversora de frequência de Uruguaiana. A portaria 113/2018, publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 2 de abri, diz ainda que a energia será destinada ao Mercado de Curto Prazo e que a importação não deverá afetar a segurança eletroenergética do Sistema Interligado Nacional.

O Operador Nacional do Sistema Elétrico vai estabelecer por semana a quantidade de energia importada, usando como base o Programa Mensal de Operação. A importação deverá ser suportada por contratos de Uso do Sistema de Transmissão e de Compra de Energia Elétrica com os geradores da Argentina.