Ibama concede licença de instalações offshore para Porto de Sergipe

Empreendimento termelétrico é o maior investimento já feito no Sergipe, de R$ 5 bilhões

A Sociedade de Propósito Específico Centrais Elétricas do Sergipe, que implanta o complexo termelétrico Porto de Sergipe, recebeu do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais e Renováveis a licença de instalação offshore, que contempla a unidade de armazenamento e regaseificação do Gás Natural Liquefeito, o sistema de ancoragem, o gasoduto para transporte até a usina e as adutoras de captação de água e descarte de efluentes. Anteriormente, a Celse já havia recebido as licenças de instalação da UTE Porto de Sergipe I e da Linha de Transmissão que fazem parte do complexo.

O complexo é o maior investimento privado já feito em Sergipe, no valor de R$ 5 bilhões. A implantação teve início em agosto de 2016. Atualmente a fase de construção civil está praticamente concluída, enquanto já tem início a montagem eletromecânica. Em 2019, começa a fase de testes e comissionamento. Em janeiro de 2020, a usina estará pronta para começar a operação comercial.