Eletrosul terminou 2017 com lucro de R$ 347 milhões

Resultado é menor que o do ano anterior, de R$ 1,1 bilhão. Venda de energia no mercado livre foi destaque no período

A Eletrosul registrou em 2017 lucro líquido de R$ 347 milhões. No ano anterior foi apurado lucro de R$ 1,109 bilhão oriundo em grande medida pelo reconhecimento contábil do direito à indenização dos ativos de transmissão da Rede Básica do Sistema Existente. A receita líquida cresceu 15,4% em relação a 2016, totalizando R$ 1,732 bilhão. O destaque foi para a contribuição positiva da Geração e da Comercialização, principalmente pela venda de energia no ambiente livre. Para 2018, em decorrência das medidas de gestão adotadas pela administração, a Eletrosul projeta a redução no resultado financeiro líquido que, em 2017, foi de R$ 477 milhões.

O resultado do serviço, que representa o resultado operacional antes do resultado financeiro e outras receitas/despesas não recorrentes, foi de R$ 484,4 milhões. Crescimento de 20,9% em relação ao registrado em 2016 quando foi de R$ 400,5 milhões. Já a geração de caixa medida pelo Ebitda ajustado foi de R$ 741,7 milhões, ante R$ 852,8 milhões em 2016.

Os juros da dívida e demais despesas financeiras foi o item que mais impactou o resultado da Eletrosul em 2017, atingindo R$ 623 milhões. Com as medidas de gestão adotadas, dentre as quais se destacam a transferência de seis Sociedades de Propósito Específico para a Eletrobras e o recebimento total dos créditos da Lei 8727/93 do Tesouro Nacional, a dívida bruta consolidada da empresa passou de R$ 4,4 bilhões em 2016 para 2,8 bilhões em 2017, uma redução de 36%. Com isso, o índice da dívida líquida sobre o Ebitda reduziu significativamente, passando de 7,3 vezes em 2016 para 3,2 vezes em 2017.