Fonte eólica instalou 2,03 GW em 2017

Boletim da Abeeólica mostra que investimentos chegaram a US$ 3,57 bilhões no ano passado

A fonte eólica terminou o ano de 2017 instalando 2,03 GW e com uma capacidade total acumulada de 12,77 GW. Os números estão no Boletim Anual de Geração Eólica 2017, publicado pela Associação Brasileira de Energia Elétrica. O informativo mostra que essa capacidade total é formada por 12,41 GW de parques em operação comercial, 0,26 GW de operação em teste e 0,098 GW de parques aptos a operar.

Os investimentos na fonte chegaram a US$ 3,57 bilhões no ano passado, menos que os US$ 4,35 bilhões de 2016. O valor de 20174 foi responsável por 58% dos investimentos realizados em renováveis. De 2010 a 2017, foram investidos US$ 32 bilhões, segundo a Bloomberg New Energy Finance.

O fator de capacidade médio dos parques eólicos brasileiros em 2017 foi de 42,9%. A geração ficou em 42,25 TWh de energia eólica ao longo de 2017, sendo que 62,52% da geração foi realizada no período de safra dos ventos, de julho a dezembro. Na comparação com 2016, a produção dos ventos foi superior em 27,45%. A geração média do ano passado chegou a 4.815,3 MW médios e o recorde foi em setembro, quando a geração atingiu a marca de 7.156,5 MW médios.

Nos estados, o Piauí está na liderança, com 528,2 MW e 19 parques eólicos. A Bahia vem logo em seguida, com 517,1 MW e 20 parques. O Rio Grande do Norte aparece em terceiro, com 259,3 MW e 10 parques. O Maranhão teve os seus primeiros parques eólicos em operação em 2017, que somam 220,8 MW em oito parques.