Quatro empresas são barradas do leilão de transmissão

Chesf, Eletronorte, Furnas e Copel não atendem aos requisitos de habilitação do certame

As concessionárias Chesf, Eletronorte, Furnas, subsidiárias do grupo Eletrobras, e a Copel não atendem aos requisitos de habilitação do leilão de transmissão nº 02/2018, portanto, estão impedidas de participar do certame previsto para ser realizado em 28 de junho na B3, em São Paulo. A informação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) nesta quinta-feira, 15 de maio, pela Comissão Especial de Licitação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Pelas regras do regulador, empresas com histórico de atrasos na implantação de instalações de transmissão, com penalidades executadas nos últimos 36 meses a publicação do edital, não podem participar da disputa.