BID, Eletrobras e Ende assinam convênio para integração energética entre Brasil e Bolívia

Iniciativa prevê estudo para identificar melhores possibilidades e projetar próximos passos para cooperação elétrica entre os dois países

O processo de interconexão elétrica entre Brasil e Bolívia recebeu um novo convênio, firmado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento, a Eletrobras e a Ende. A assinatura do contrato aconteceu na última quinta-feira, 30 de maio, contando com a presença dos respectivos presidentes Luis Alberto Moreno, Wilson Ferreira Junior, e Joaquin Rodriguez.

Dados os níveis de capacidade instalada e de crescimento da demanda registrados nos últimos anos em ambos os países, a interconexão pode permitir trocas comerciais de energia, com o potencial de reduzir custos de geração e melhorar a eficiência dos equipamentos e respectivas centrais de geração.

A cooperação se insere no diálogo que os governos iniciaram em 2007, com um memorando de entendimentos acordado e reforçado em 2015, através de um acordo entre a Ende e Eletrobras para fomentar especificamente esse processo.

De acordo com a Eletrobras, a iniciativa contará com investimentos de US$ 900 mil, servindo para identificar as melhores possibilidades de interconexão entre os dois países, considerando as alternativas de geração e transmissão, baseando-se em critérios técnicos, econômicos, ambientais e sociais. Um estudo preliminar será preparado para identificar e desenhar a melhor alternativa, com os futuros passos para a atividade binacional.

Na visão da estatal, além de fortalecer o processo de integração energética entre os dois países, os produtos e resultados da cooperação permitirão fortalecer as instituições beneficiárias, servindo de insumos para o planejamento conjunto e tomada de decisões sobre futuros projetos de investimento.