Produção do setor eletroeletrônico cresce 19% em abril

Segundo a Abinee, resultado positivo foi puxado pela expansão na área eletrônica e retomada da elétrica, que havia registrado queda em março. No entanto, empresas ainda estão apreensivas com instabilidade política e o decorrer de 2018

A produção industrial do setor eletroeletrônico apontou crescimento de 19,5% no mês de abril de 2018 em comparação ao mesmo mês de 2017, impulsionado principalmente pela expansão de 32,9% na área eletrônica. É o que mostram os dados divulgados pelo IBGE e agregados pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), que também apontam para reação da área elétrica, que havia registrado queda de 7,8% em março e obteve aumento de 7,9% em abril.

No segmento eletrônico, foram expressivos os acréscimos de 42,9% na produção de equipamentos de informática e de 48,3% de aparelhos de áudio e vídeo. Já no acumulado de janeiro a abril deste ano, a produção industrial do setor eletroeletrônico cresceu 13,0% em relação ao mesmo período do ano passado. O acréscimo foi estimulado pelo incremento de 27,7% na área eletrônica, visto que o aumento na produção da área elétrica foi bem mais modesto, com 0,7%.

Segundo o presidente da Abinee, Humberto Barbato, os resultados são positivos, apesar da baixa base de comparação. Ele destacou, entretanto, que as empresas estão apreensivas com o decorrer de 2018. “O processo de retomada da atividade industrial pode ser comprometido em virtude da instabilidade política e de medidas anunciadas pelo governo Temer, como a reoneração da folha e o fim do Reintegra”, afirmou.